Título/Design: Escultura Cão
Descrição:

Danchin (?), escultura Cão

Escultura de um cão, em bronze, de vulto perfeito, representando um pointer de pé, cabeça virada p/ a esq., cauda levantada, em atitude viva e expectante.  Está assente s/ base de madeira escurecida e arredondada.  Não assinada.

Supomos tratar-se de uma das esculturas executadas por Léon Danchin (1887-1938).  Nascido em Lille, França, Danchin estudou escultura na École des Beaux Arts, em Paris.  Começou a sua vida artista muito cedo, ainda em Lille (tendo sido aluno de Jean Joire) e foi aceite no Salon des Artistes de Paris apenas c/ 19 anos.  Lutou na Infantaria durante a 1ª Guerra Mundial e, depois de desmobilizado, casou, em Bergues (1919), c/ Simone Meesmaeker.  Em 1925  muda-se p/ Chantilly. Mais tarde, vai viver p/ Paris mas, a partir de 1936, regressa saudoso ao campo, onde passa grandes temporadas caçando na companhia do seu cunhado, em Bergues, e é aí que virá a morrer. 

Nunca tendo abandonado a escultura, dedicou, contudo, uma grande parte da vida ao desenho, à pintura e à gravura.  A sua temática favorita foi campestre, dando especial atenção aos animais que o rodeavam quando caçava.  Atento ao pormenor, incutiu nas reproduções que executou de cavalos, cães, patos e outros animais, grande verosimilhança e muita expressividade, o que lhe valeu  um rápido reconhecimento e grande sucesso no mundo das artes.

Francesa, séc. XX  (início)

Dim.:  19 x 21 cm  (24,5 x 27 x 16,5 cm – total)

Autor: Danchin (?)
Dimensão: 19 x 21 cm
Preço: VENDIDO
Referência: p-800111-7