Título/Design.: s/ título (Paisagem c/ casas)
Descrição:

MÁRIO COSTA (1902-1975), s/ título (Paisagem c/ casas)

aguarela, assinada, emoldurada

séc. XX

Estado de conservação: moldura c/ pequenos defeitos

 

MÁRIO COSTA – breve curriculum vitae

Nascido em Lisboa, em 1902, foi Mestre numa profissão cada vez mais rara, já que tem sido considerado um dos maiores vitralistas do mundo, do seu tempo. Foi, igualmente, um notável aguarelista, premiado com a medalha de ouro do Salão das Belas-Artes de 1945.

Aos 23 anos, era aprendiz de Ricardo Leone, quando este Mestre tinha uma oficina em Lisboa, na Rua da Escola Politécnica, no período entre os anos 20 e 40, a par da qual funcionava uma escola. Ali, Leone ensinou a Mário Costa as subtilezas e a técnica do vitral. Nessa altura Mário Costa possuía já os cursos de formação artística da Escola Machado Castro e de pintor-decorador da Escola António Arroio.

São da sua autoria os vitrais Camões e os Dez Cantos e, com Leone, os da Travessia do Atlântico, evocativos do feito de Gago Coutinho e Sacadura Cabral, trabalho galardoado com o Grande Prémio da Exposição do Rio de Janeiro, em 1923, e que se encontram na Sociedade de Geografia de Lisboa. É também autor do maior vitral existente no País, com dezoito metros de altura, destinado à Igreja da Lapa, no Porto, intitulado O Nascimento.

São, igualmente, da sua autoria os vitrais das Sés de Lisboa e do Porto, e das Igrejas da Conceição, no Porto, e de Fátima e do Santo Condestável, em Lisboa.

Existem ainda obras de Mário Costa no Instituto Nacional de Estatística, no Museu dos CTT, e nas Igrejas dos Salesianos e de Santa Lúzia, em Viana do Castelo.  Pintou vitrais não só a partir de desenhos seus como de composições de Jorge Barradas, Almada Negreiros e Abel Manta.

Como aguarelista, obteve os prémios Roque Gameiro, e Paula Campos, de quem foi discípulo.  Executou também pinturas para cenários do cinema nacional. São seus os decors de O Fado, O Homem do Ribatejo, O Filho do Homem do Ribatejo, Camões, A Mantilha de Beatriz, Ladrão Precisa-se, O Costa do Castelo e A Vizinha do Lado.
Mário Costa faleceu no dia 12 de Maio de 1975.

 

       >  VIGIA-Grupo dos Amigos da Praia da Areia Branca  (adaptado)

http://gapab.pt/index.php?lg=1&idmenu=35&idsubmenu=43

 

Autor: MÁRIO COSTA
Dimensão: 50 x 41,5 cm
Preço: € 310
Referência: p-30300
Explicações

Copyright © 2018 Livros Em Casa. Todos os direitos reservados. Criado com XHTML e CSS válidos. Optimizado para IE 8+, FF 3+, GC 2+, AS 4+ e O 9+